Seguidores

domingo, 30 de dezembro de 2012

Subjetivamente, sem condições


Subjetivamente, sem condições

Se a TV
e a União
fazem da Copa
uma ilusão (com algum bilhão)
alguém deitado
em seu colchão
do futebol
abrirá mão (de indignação)?
Se nas igrejas
a doação
é um remédio
e expurgação (da exploração)
alguém que reza
sua oração
será capaz de esquecer o céu
e olhar pro chão (pro seu irmão)?
Se o shopping center
em liquidação
finge fazer
uma inclusão (com um cartão)
alguém dirá
que é ilusão
o poder de quem
compra o seu pão (a prestação)?
Domingo à tarde
de uma nação:
alguém arrisca
revolução?

21 comentários:

  1. Oi Lucian obrigada pela visita, adorei Subjetivamente, sem condições!

    Seja bem vindo, já me estalei aqui em sua casa
    Para você que 2013 seja um ano cheio de alegrias abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Fique a vontade, a casa é tua, Mari@! Obrigado pela visita! Volte sempre!

      Excluir
  2. Olá Lucian, vim conhecer o teu blog e gostei muito. Parabéns pelo teus poemas que transmitem puros sentires. Obrigada pela visita! Te sigo! Feliz 2013 repleto de felicidades e realizações! Beijos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sigamos juntos, Vilma! Obrigado pela visita e volte sempre!

      Excluir
  3. Amigo, eu depois de comentar nos blogues amigos, quando tenho um tempinho volto lá para ver se tem mais alguma postagem .
    Pois ao voltar ao meu amigo Luis Coelho deparei que havia ali alguém que ainda não tinha visto, me deu coriosidade porque pensei deve de ser alguém que tenha acabado de chegar, ainda bem porque gostei muito do seu poema, e se por acaso não se importar gostaria de selar a nossa amizade mesmo na despedida do ano e assim caminharmos lado a lado. Teclando um ou outro comentário e que assim possamos ser amigos virtuais, mas não menos reais porque do outro lado da tela está sempre um ser humano e não um robôt, também ainda cheguei a tempo de te desejar uma linda virada do ano, um grande abraço de amizade. Sempre amiga Franciete

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Feliz ano novo pra você também, Franciete! Por mim, está selada nossa amizade a partir de agora! Obrigado pela visita, e volte sempre!

      Excluir
  4. Lucian!

    Vim retribuir sua visita no meu blog e conhecer o seu tbm.
    Olha, seus poemas são puro alma e coração, adorei todos os que li até agora.

    Aproveito para te desejar um FELIZ ANO NOVO!

    ResponderExcluir
  5. Os fogos anunciam a chegada de um ano novo !
    É hora de refazer seus sonhos ainda não realizados e acreditar que irá concretizá-los.
    Soltar um olhar solidário e acalantador para os seus amigos e bocejar para os inimigos.
    Aprender com os erros do ano já ido e brindar o ano bem vindo com um sorriso.
    Deus derrame uma chuva de benção trazendo saúde amor e paz .
    Um abraço..Um Feliz Ano Novo..
    Beijos no coração carinhos na alma.
    Conto Contigo Em 2013.


    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Pode contar comigo, Evanir! Feliz Ano Novo pra você também! Obrigado pela visita e volte sempre!

      Excluir
  6. Vamos revolucionar todos os domingos, todas as segundas, todas as terças, todas as quartas, todas as quintas e as sextas descansamos!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Revolucionar hasta siempre, meu caro Stéfano! Obrigado pela visita, pela força em seu blog e volte sempre!

      Excluir
  7. Oi Lucian, muito legal seu blog!
    Feliz 2013 muita paz e saúde, abração!

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pelo elogio e principalmente pela visita, Maristela! Volte sempre!

      Excluir
  8. Olá, amigo Lucien!

    O poema contém indagações pertininentes e oportunas, no entanto, creio que a mais difícil é alguém arriscar uma revolução no domingo.
    Gostei de sua arte e de suas inquietudes.

    Abraços.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Sobretudo arriscar num domingo, e, principalmente, num "domingo a tarde" de uma nação meu caro Bento! Obrigado pela visita e volte sempre!

      Excluir
  9. Vim retribuir tua visita e gostei muito do teu blog!!!
    Tudo lindo e de muito bom gosto, por isso resolvi ficar.
    Se puder dá uma passadinha no meu e segue também se gostar.

    Beijos
    Ani

    HTTP://cristalssp.blogspot.com.br

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Obrigado pela consideração Ani! Tanto gostei de seu blog que também resolvi ficar por lá! Obrigado pela visita e volte sempre!

      Excluir
  10. arriscar? hummm... rsrs bju de tudo de bom

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Arriscou, Luna? rs Obrigado pela visita e volte sempre!

      Excluir
  11. Limerique

    Era uma vez neste vulgar mundão
    Onde milhares viviam sem um pão
    Mas o circo de pobre
    No horário nobre
    Criava um belo mundo de ilusão.

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Jair, bela sintonia com o poema! Belos versos pra dizer algo tão medonho e real! Obrigado pela visita e volte sempre!

      Excluir